CrossFit Games 2018

Blog

GAMES_BRASILEIROS

CrossFit Games 2018

GAMES_BRASILEIROS

“Atletas de CrossFit Games são sobre-humanos”
“São geneticamente modificados”
“É impossível fazer isso…”

Em época de CrossFit Games todos os debates acerca do esporte ficam mais acalorados. Quem é contra aproveita o evento para enfatizar e exemplificar como o esporte machuca! Quem é a favor já programa um churrasco com cerveja gelada para torcer para o seu favorito ou favorita.

O que vemos transmitido realmente parece algo de outro mundo. Uma galera forte, bem condicionada, que parece aguentar qualquer coisa que é jogado neles! Não tem frescura, nem reclamação… muitos, inclusive, levantam pesos surreais com um sorriso estampado no rosto e dão entrevista após um WOD pesado que só de olhar deixa a gente sem ar, mas eles estão de boa, em pé e vivos. Diante de nós, meros telespectadores, existe um espetáculo, o show do esporte, um evento mundial. Vemos 5 dias de puro entretenimento, basicamente. Mas e o restante do ano?

Porque pra esse show acontecer, pra esse espetáculo ser bem-sucedido, é preciso estar preparado. É preciso o esforço diário, a dedicação e o comprometimento desses atletas em treinos que não tem ninguém olhando, nem torcida gritando e muito menos aplausos. Não tem câmera gravando e não tem glamour nenhum. Esse esforço diário depende unicamente deles. O foco ao longo do ano que eles têm para alcançar esse tipo de “superpoder”, é o “invisível aos olhos” desse espetáculo. Bem ou mal, é como tudo na vida! Não existe sucesso sem trabalho, não existe recompensa sem esforço e não existe a glória sem o comprometimento com o seu objetivo. O que esses atletas mostram nessa grande mobilização do esporte é a recompensa de todo o trabalho árduo que tiveram ao longo do ano. Todos os “nãos” que tiveram que dar, todos os treinos as 5 da manhã que tiveram que fazer, todos os tombos que levaram e a força que tiverem para reerguer. No fundo eles mostram que a fórmula para o sucesso é bem simples, mas é trabalhosa, e nem todos tem a disponibilidade para se submeter a esse trabalho, independente do aspecto da vida!

Há muito o que aprender com esses atletas…

É chegada a hora de escolher sua torcida e acreditar mesmo que o seu atleta é sobre-humano, geneticamente modificado e que faz o impossível! Porque ele se preparou muito para chegar até aqui, exatamente para que pensem isso dele!

E para nós, brasileiros, tem Brasil na competição sim! E tem capixaba também! Leonardo Lima está lá vestindo a camisa do nosso país, representando o nosso estado, pra dar o melhor dele e quem sabe trazer um prêmio pra essas bandas! Bora torcer e mandar aquela energia positiva pra ele e todos os brasileiros que estão lá competindo, porque eles merecem, por todo o esforço que tiveram para estar ali, vestindo a camisa do Brasil!